quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Dá corda

Uma corda é um conjunto de fios torcidos que formam uma peça resistente de aplicação variada. No sentido prático, ela tem mil e uma utilidades, nem precisa mencionar.
Já parou para pensar, como uma simples corda pode representar metaforicamente diferentes situações.
.
Então imagina que tudo que você faz,é como se você estivesse tecendo uma corda.
Deveria ser engraçado ver as pessoas caminhando com suas cordinhas ou cordonas, dependendo da idade e experiência. Dá vontade de rir, só de pensar (:
Desta maneira identificaríamos facilmente os “Emaranhados de Cordas”, aqueles indivíduos que só reclamam , criticam os outros, vêem defeitos em tudo e em todos, e não saem do lugar. Estes se amarram com suas próprias queixas, tristezas e frustrações, e se esquecem que a vida pode estar por um fio, pois estão sempre com a corda no pescoço, enrolados dos pés a cabeça.




Tambem haveria os “Tecedores de Cordas”, que caminham sobre um fio de esperança e fazem cordas firmes, porque sabem que o cordão de duas dobras é mais resistente.Estes possuem suas cordas como si fosse uma linha do tempo, onde o passado, presente e futuro estão em linha reta, e o seu caminho já está traçado.
Os Tecedores de cordas tecem seu trajeto,se esforçam para conquistar sua felicidade e a do seu próximo.
Eles não têm tempo para estar reclamando, murmurando, ou falando dos outros.
E mesmo diante dos problemas, continuam a tecer sua jornada, nunca desistem,porque sabem que é melhor caminhar em uma corda bamba,(a corda bamba é que um dia a vida se termina)que ficar enrolado .
Não é por nada não, mas os Tecedores de Cordas, estão com a corda toda, e se der corda para eles, eles vão ainda mais looonge.

2 comentários:

Adri Liah disse...

È isso ai Lucimara ..
vc ja viu aquele ditado da mae dizer para o filho: Quanto mais corda dà mas ele quer!! a criança quando se da corda ela aprende fazendo oque nao deve; ela brinca e se diverte "usa as cordas que sua mamae lhe deu para aprender e conhecer os obstaculos da vida"
ao contrario da pessoa enrolada e se perde no tempo en suas proprias cordas. a criança usuflui delas.
minha opiniao.. rs
Besitos pra ti..
y hasta la proxima

Luci. disse...

Esta foi legal, boa metáfora, nem tinha pensado na relaçao mae e filho. Dá para fazer uma histórinha, só contando as travessuras das crianças, a quantidade de tombos que elas levam para aprender a andar, sem falar da meleca que fazem sujando o rosto, quando estao aprendendo a comer sozinhas.
Deixa eu parar por aqui, se nao vou fazer um post,rsrs